Embora seja algo muito comum, lavar a calcinha no banho e deixá-la secando no box pode ser um erro. Por ser um lugar úmido, é um excelente ambiente para proliferação de fungos e bactérias alojados no tecido, o que pode desencadear uma série de doenças, como candidíase e até alergias de contato.
Uma pesquisa recente constatou que 92% das calcinhas lavadas ainda possuem 10.000 germes nocivos.

Por isso, separei algumas dicas que vão te ajudar a higienizar a peça de roupa corretamente:

Antes de lavar, deixe a calcinha de molho por 1 hora em uma bacia com água morna;
Lave a calcinha com água corrente e sabão neutro ou antibacteriano. O sabão em pó e o amaciante possuem muitas substâncias químicas que podem causar alergia;
Enxágue bem para evitar que fique qualquer resquício de produtos;
Para secar, opte por lugares bem arejados e com sol;
Evite o uso frequente dos absorventes diários. Eles até deixam a calcinha limpa, mas abafam a região e ajudam na proliferação de fungos;
Calcinhas são peças individuais e NUNCA devem ser emprestadas.
___
Drª Caroline Obrali
📌Ginecologista Curitiba
📌CRM/PR 25922 | RQE 1931
📱41. 3533-6349
📍R. Buenos Aires, 466 – Sala 84

Deixar seu comentário

Responsável Técnico:

Dra. Caroline Wall Obrali - Ginecologista
CRM/PR 25922 | RQE 1931

Todo conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação.
Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

No images found!
Try some other hashtag or username

Combustiva © 2021. Todos os Direitos Reservados.